OS 10 JOGOS MAIS PROMISSORES APRESENTADOS NA E3 2015

0
158

E como nós fazemos em toda E3, nós escolhemos os 10 jogos mais promissores que foram apresentados no evento, vale dizer antes de começar que só vamos falar dos jogos apresentados nessa E3 2015  ou pelo menos nesse ano ou que tenha revelado nessa E3 algo do game que não tinha sido revelado antes, como é o caso de Star Wars Battlefront  que só sabíamos que ia ser lançado e nada mais que isso, ou seja, por mais que Uncharted 4 tenha sido incrível, não está incluído na lista porque se não ele estaria todo ano até ele lançar. O mesmo vale para outros como The Division, Rainbow Six Siege, Halo 5, No Man’s Sky e outros.

Mas… considerando que The Last Guardian  foi reapresentado esse ano depois de tanto tempo ele poderia estar na nossa lista, ele não está porque eu particularmente achei ele bem decepcionante, depois de tanta espera nós ganhamos um gameplay de um jogo de puzzle com gráficos de Playstation 2. Achei que tinha que externar minha decepção com o game aqui… mas ele é do mesmo time que fez Shadow of the Colossus então ainda há esperança.

Mas ainda assim com as conferencias fantásticas que a Microsoft e a Sony fizeram esse ano muita coisa de legal foi apresentada e mesmo nas conferencias daUbisoft, da  Bethesda e até na EA teve muita coisa boa. O problema ficou esse ano por conta da Nintendo, que falhou miseravelmente no que tinha que mostrar, assim como a Square-Enix que não mostrou nada interessante além de promessas.

Imagem

Nem todo mundo é fã do primeiro Dishonored, eu particularmente gostei do game, mas não o suficiente para jogá-lo por horas e horas até fechá-lo. Por outro lado, eu sei que o jogo tem um estilo e um gameplay mais do que promissores para serem explorados em mais games e provavelmente até de formas melhores.

Anunciado na conferencia da Bethesda, o trailer abaixo mostra apenas cenas em CGI, mas que já dão para mostrar mais ou menos como Dishonored 2 deve funcionar.

Usando o mesmo estilo de primeira pessoa e com uma mistura de armas de fogo, armas brancas e magia, Dishonored 2 dessa vez terá uma protagonista feminina, no caso a Emily Kaldwin, a princesa do primeiro jogo. Embora pareça que Corvo Attano, protagonista do primeiro game também será controlável em algumas missões.


Imagem

O primeiro game de South Park foi surpreendentemente bom, mas parece que eles querem fazer ainda melhor agora, afinal como no próprio trailer abaixo diz eles não vão aceitar nada menos que um 9.5 no Gamespot dessa vez.

Mudando um pouco o tema de RPG de fantasia para RPG de Super-herói, o grupo  criado por Trey Parker e Matt Stone está de volta num jogo agora lançado pela Ubisoft. E esse game que promete ser tão bom ou até melhor que o primeiro.

Alias, tão divertido quanto o primeiro é praticamente garantido, já que o próprio subtítulo do jogo já arranca risadas, afinal o The Fractured but Whole (Fraturado mas Inteiro) tem um significado completamente diferente se você acrescentar um T no But e tirar W do Whole.


Imagem

Eu sei que a internet está em polvorosa com o anuncio de um remake de Final Fantasy 7 e provavelmente era de se esperar que esse game estivesse entre os três primeiros lugares da lista, mas pra mim pelo menos esse anúncio não é tão empolgante desse jeito.

Meu FFs preferidos sempre foram o Tactics e o 9, o 7 por mais que tenha marcado o Playstation 1 e o caminho que os RPGs em geral seguiriam a partir dali, pra mim ele sempre se beneficiou mais por ter vindo primeiro do que por ser realmente essa coca-cola toda que dizem que ele é.

Relacionado: Final Fantasy 7 será mais do que um simples remake

Ainda assim, era um ótimo game e que pode virar um novo ótimo game com esse remake, especialmente porque de acordo com o próprio Tetsuya Nomura esse será um remake completo, onde eles vão acrescentar mais história, refazer o visual completamente e evoluir o sistema do jogo para algo mais atual. Ou seja, isso é muito promissor por um lado já que se fossem apenas fazer um remaster do game para a nova geração era mais fácil jogá-lo por um emulador mesmo, mas é preocupante por outro lado porque o que a Square-Enix considera “atual” é meio bizarro.

Ainda assim, Final Fantasy 7 é muito promissor, entretanto eu queria ver mais do que só um trailer em CGI pra ter toda essa confiança que estão tendo no título.


Imagem

Chegamos ao primeiro e um dos poucos exclusivos que conseguiram chegar na lista dos 10 mais promissores apresentados na E3 2015. Esse é Horizon: Zero Dawn, que será um exclusivo de Playstation 4 e que assim como muitos apresentados esse ano, se passa em um mundo pós-apocalíptico bem estiloso.

Não sabemos tanto assim sobre Horizon: Zero Dawn quanto gostariamos, mas o gameplay do jogo mostra uma Mulher das Cavernas caçando um Dinossauro Robô usando um arco e flecha num mundo pós-apocalíptico que que parece ter sido dominado pelas maquinas, isso para mim já é o suficiente para gostar, mas para não dizer que ele agrada só pelo tema, os gráficos dele também estão incríveis, a fluência do combate e o gameplay em si também parecem muito bons.

O jogo é da Guerrilla Games, mesma criadora de Killzone e isso já é um plus para nos vender esse game.


Imagem

Battlefield de Star Wars!

Isso talvez seja diminuir um pouco a franquia Battlefront, mas é uma bela forma de resumir o jogo, já que ele está sendo produzido pela Dice, já que Battlefield é incrível e Star Wars é extraordinário, essa mistura não poderia render algo menos impressionante do que nós assistimos no gameplay apresentado abaixo.

Tudo bem que Star Wars Battlefront já tinha tido um trailer mostrado antes na Star Wars Celebration alguns meses atrás, MAS não dava pra ver muito do jogo e nem saber bem o que esperar dele, mas dessa vez nós finalmente vimos o que está por vir e eu já estou aqui contando as moedas para comprar esse game.

Eu queria saber um pouco mais sobre esse game entretanto e só por isso ele não está lá no topo, queria saber quais modos multiplayer o game possui, se poderemos criar nosso personagem, se só o Luke e Darth Vader estarão disponíveis para jogar como heróis, nada Han Solo? Podemos ser um Jedi genérico? Podemos só pilotar naves? Quais nossas opções? Ainda há muitas dúvidas quanto a Star Wars Battlefront, mas o que foi mostrado já é o suficiente para entrar na lista de melhores.

O lançamento de Star Wars Battlefront está agendado para novembro desse ano, então faltam um pouco menos de 5 meses, vamos contanto os dias até lá.


Imagem

Um dos jogos que eu mais queria ver nos consoles era Mount and Blade, por seu estilo único e realista de lidar com batalhas medievais. Contudo, For Honor parece uma versão mais limitada, menos realista só que muito mais estilosa do que eu jamais imaginei como um Mount and Blade de consoles.

For Honor tem modos multiplayers semelhantes aos de games como Battlefield e Call of Duty, mas também terá um modo história onde poderemos jogar com Samurais, Cavaleiros e Vikings em algum tipo de contexto que faça sentido, ou não, só precisamos ter motivos de batalhar dessa forma cool que nos foi mostrada.

Mas a maior graça de For Honor é na verdade o seu sistema (quase) único de luta. Onde você usa os dois gatilhos do controle para Defender e Atacar, guiando a defesa ou ataque com o direcional direito, fazendo com que todos os golpes sejam precisos e não automáticos, provavelmente isso é o mais realista que vamos ter em termos de combate de espadas usando um controle de videogame. Melhor do que isso só usando o Oculus Rift e mais um monte de aparelhos extras relacionados.

Agora com o lançamento de For Honor eu quero ver outra coisa acontecendo… um jogo de Star Wars onde controlemos um Jedi e seu sabre de luz usando esse mesmo esquema de combate, já imaginou o quão legal isso seria?

E será que dá pra apostar que For Honor pode acabar virando um novo eSport?


Imagem

Esse é o segundo e último exclusivo da nossa lista, dessa vez exclusivo de Xbox One e ele veio para preencher uma lacuna, já que a Ubisoft parou de fazer aqueles jogos de piratas legais e divertidos, mas que tinham um culto de assassinos encapuzados envolvidos, coisa que era meio chata naqueles jogos de piratas tão bacanas, a Rare tomou a frente e decidiu lançar seu próprio jogo de piratas chamado Sea of Thieves.

Ainda não sabemos muito sobre o jogo, mas ele parece bem mais complexo do que Assassin’s Creed 4, na parte da pirataria pelo menos, já que ao que tudo indica pelo trailer nós não vamos controlar apenas o capitão do navio e sim seremos um membro da tripulação junto com outros jogadores (?) ou NPCs (?).

Mas batalhas marítimas, busca por tesouros escondidos e esqueletos voltando a vida, tudo que uma história de pirata precisa, estarão no game. Eu estou na torcida para que Sea of Thieves seja tudo que estamos esperando já que o trailer deixou muita coisa em aberto para nossa imaginação, mas eu pelo menos mal posso esperar para ter meu próprio navio e tentar repetir algumas das proezas que Jack Sparrow, Capitão Barbosa e mesmo o Edward Kenway já fizeram em suas respectivas obras originais.

Imagem

Eu sou um fanboy de Dark Souls eu tenho que confessar. Por incrível que pareça eu sou pouquinho mais fã de Dark Souls 2 do que do primeiro, embora isso não seja o mais comum entre o fandom. Eu amo o clima do primeiro jogo e a sensação de estarmos testemunhando uma tragédia em um mundo em ruínas é insuperável, mesmo com uma boa trama e uma boa imersão o segundo game não supera isso, mas em termos de mecânicas, Dark Souls 2 é excepcional.

Relacionado: Dark Souls 3 NÃO SERÁ o último jogo da franquia

E que tal se misturarmos o que tem de melhor nos dois e ainda acrescentarmos aí os gráficos fantásticos de Bloodborne? Isso é Dark Souls 3!

Com a volta de Hidetaka Miyazaki na direção do jogo podemos esperar coisas interessantes em termos de história e especialmente quanto ao clima do jogo. E depois de toda a evolução que a franquia passou, incluindo aí Bloodborne como parte dela, eu acho difícil as mecânicas e sistemas de gameplay do terceiro game não terem evoluído junto com os mais recentes.

Eu já estou me preparando psicologicamente para o desafio e… espera, aquela é a Coroa de Marfim no trailer? O Senhor das Cinzas é quem eu penso que é? Esse lugar em cinzas é Arno Londo ou o Castelo de Drangleic? Ah… eu preciso ver mais sobre isso AGORA!


Imagem

Eu estou até agora justificando para mim mesmo porque Mass Effect Andromedaestá em segundo lugar na minha lista e não em primeiro. Bem, Mass Effect, a trilogia, foi escolhida por nós como o melhor jogo da geração anterior, ganhando apenas por pouco de The Last of Us e GTA 5.

Relacionado: Os 25 melhores jogos da geração anterior de videogames

Porque Mass Effect Andromeda não está em primeiro então? Porque por mais que eu confie na Bioware, afinal, depois da recente obra prima Dragon Age Inquisitionnão tem como não confiar neles, eles não mostraram nadica de nada de gameplay, não deram nem uma leve ideia do que está por vir.

Tudo bem que mesmo se o teaser fosse só o título do jogo eu também estaria empolgado, mas ainda sem mostrar muito, o trailer mesmo sendo só uma CG, foi muito legal.


Imagem

Por mais que Mass Effect e Dark Souls sejam duas das minhas franquias favoritas dos videogames, Fallout 4 foi facilmente o jogo que mais mostrou ao que veio esse ano. Seja porque ele teve mais de 5 vídeos de divulgação e alguns deles com quase 10 minutos de duração, ou porque ele mostrou diversos aspectos diferentes do próprio gameplay ou seja porque ele é simplesmente extraordinário.

Como sabemos Fallout é o Skyrim com armas assim como Skyrim é o Fallout com espadas, ou seja, essa comparação é mais do que o suficiente para qualquer um se interessar no jogo, se não por isso, que seja pelo hype de um mundo louco pós-apocalíptico que Mad Max colocou em todos nós esse ano.

E se você é fã dos Fallout anteriores, vai me dizer que você já não está com agua na boca de ansiedade para explorar essa Boston pós-apocalíptica e descobrir o que a Bethesda escondeu nos cantos mais empoeirados dela?

Sem contar que eu também estou extremamente ansioso para ver o que aBethesda conseguiu fazer com a nova geração, se ela fez milagres como Skyrim eFallout 3 no Xbox 360 e Playstation 3, o que será que ela conseguiu com esses novos e maravilhosos aparelhos? Mas o mais importante, será que os Bugs vão diminuir ou aumentar?

Fonte: