Dengue, Zika Vírus e Chikungunya: Saiba diferenciar os sintomas

0
40

Apesar dos sintomas da dengue, Zika vírus e febre Chikungunya serem semelhantes existem algumas diferenças entre eles que ajudam a identificar estas doenças.

Embora as três doenças sejam causadas pela picada do mosquito Aedes Aegypt, o vírus de cada uma delas é diferente e é por isso que elas se manifestam de formas diferentes e possuem duração e complicações diferentes.

Veja quais são os sintomas específicos de cada doença:

 

Dengue, Zika Vírus e Chikungunya: Saiba diferenciar os sintomas

Apesar de existirem 4 tipos de dengue os sintomas são sempre os mesmos. No entanto, pessoas que já tiveram esta doença alguma vez tem mais chances de desenvolver a forma hemorrrágica da doença. Seus sintomas incluem olhos vermelhos, vômitos intensos, pele pálida, fria e úmida e sangramentos. Em caso de suspeita deve-se ir para o hospital para realizar o tratamento que inclui soro e plasma sanguíneo.

Tratamento da Dengue, Zika Vírus e Febre Chikungunya

O tratamento destas 3 doenças são semelhantes, com medidas que envolvem alívio da dor e hidratação. Os medicamentos indicados, geralmente são Paracetamol ou Dipirona, mas estes só devem ser usados quando recomendados pelo médico. As aspirinas não devem ser usadas porque aumentam o risco de sangramentos. Veja o nome comercial de alguns medicamentos que não devem ser usados em caso de dengue, Zika ou Chicungunya clicando aqui.

Quando os sintomas destas doenças se manifestam é importante levar o indivíduo para uma consulta médica porque os casos de Dengue, Zika vírus e Chikungunya devem ser informados às autoridades e porque podem surgir complicações que comprometem a vida do indivíduo.

Como evitar estas doenças

O período de maior risco de contágio da dengue, Zika vírus e febre chikungunya é no verão, especialmente durante ou após dias de chuva porque o Aedes Aegypt, se reproduz em água limpa e parada e a melhor forma de evitar estas doenças é impedindo a proliferação do mosquito, eliminando toda água limpa e parada das casas, ruas e empresas.

Uma outra estratégia, que pode ajudar a evitar as picadas do mosquito, é ingerir alimentos ricos em vitamina B1, como Ovomaltine, arroz integral e levedura de cerveja, ou tomando um suplemento desta vitamina que se compra na farmácia.

Fonte:

Deixe um comentário