8 partes do corpo que não vão mais existir no futuro

0
179

Quem diria, algumas partes do corpo são redundantes e vão desaparecer com o tempo. Essa foi a visão de Charles Darwin, o pai da teoria da evolução, que escreveu essas palavras no primeiro capítulo do seu livro intitulado.

“A Descendência do Homem e Seleção em Relação ao Sexo”. Pelo próximo milênio, as 10 partes do corpo seguintes provavelmente irão desaparecer. Algumas podem deixar de existir daqui a 500 anos.

1. Dedos dos pés

Pesquisadores descobriram que os humanos, predominantemente, usam o meio do pé para se equilibrar. Nossos dedos são, portanto, utilizados para sustentar esse equilíbrio. No entanto, nosso centro de equilíbrio lentamente passou para a lateral do nosso dedão do pé com o tempo. Sendo assim, nossos dedos perderam sua função original e se tornaram supérfluos.

2. Estrutura vestigial ou Tubérculo de Darwin

Muitas pessoas têm uma pequena ponta na parte superior de cada orelha. Essa é a sobra de uma ponta ainda maior que costumávamos ter. Antigamente, essa ponta era usada, provavelmente, para captar sons distantes.

5. Dente siso

Nossos ancestrais tinham uma dieta rica em plantas, que precisava ser mastigada completamente, e é aí que entram os sisos. No entanto, eles já não são necessários e são frequentemente removidos cirurgicamente. No futuro, eles provavelmente irão desaparecer por completo da nossa mandíbula.

6. Costela cervical

Menos de 1% da população tem um conjunto completo de ossos cervicais; algumas pessoas os têm apenas de um lado. Elas normalmente sofrem de problemas arteriais.

7. Músculo eretor do pelo

Esses pequenos músculos permitem que os animais ericem seus pelos quando se sentem intimidados. Os seres humanos também têm esses músculos. Isso é o que acontece quando você se arrepia. Contudo, agora essa função é desnecessária.

8. Cóccix 

O cóccix é por onde se inicia o rabo dos mamíferos. Os animais utilizam seus rabos para se comunicarem com outros e manterem o equilíbrio. Hoje, o cóccix é meramente um resquício dos nossos ancestrais.

Ninguém pode afirmar com certeza como será a aparência dos humanos nas gerações futuras. De qualquer maneira, eles continuarão a evoluir com o tempo, como forma de se adaptarem às mudanças no meio em que vivem. Fascinante!

Fonte: cuide

Deixe um comentário